Aceitação.

A mensagem deste mês de setembro é trabalhar a aceitação.

Poucas coisas são tão importantes quanto aceita a vida por completo. Na jornada da vida, a falta de aceitação nos mantém atados às mágoas antigas, as insatisfações com as pessoas e projetos.

Nada sai exatamente como queremos.

Nem tudo que dá errado permite conserto.

As pessoas se vão, relacionamentos se rompem e oportunidades são perdidas aqui e ali.

Aceitar para ser feliz:

Aceitar o que está fora do nosso alcance nos liberta para seguir a vida, correndo atrás dos nossos projetos, perseguindo os sonhos e a felicidade.

A base para tal aprendizagem está descrito na oração da serenidade.

Devemos aceitar aquilo que está fora do nosso controle.

A aceitação nos permite ação. A não aceitação nos impõe a imobilização.

Quando aceitamos, seguimos adiante. Quando não aceitamos, ficamos insistindo em algo que não temos qualquer controle.

Principalmente com relação às outras pessoas, a aceitação é muito importante.

Temos que desistir de querer controlar e mudar as outras pessoas.

As pessoas são como são, temos que conviver e temos que aceitar.

A vontade de controlar as pessoas é a maior fonte de conflitos e desavenças.

Quero me meter naquilo que o outro compra, o que gosta, o que faz e o que não faz.

Cada um deve seguir o seu caminho, deixando que cada um tome conta da própria vida.

Especialmente na relação conjugal, ou mesmo de namorados, a aceitação é crítica. De repente nos sentimos donos e proprietários das outras pessoas – uma perda de tempo e geração de atrito.

A vida é cheia de adversidades e algumas delas podem nos derrubar pra valer.

Lutar para corrigir o que for possível, mas aceitar, aprender a lição e seguir adiante.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta