A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples não quer dizer vazia, sem significado, muito pelo contrário. Quando adotamos medidas para simplificar a vida, facilitamos aproveitar a vida em tudo que ela nos oferece, livres das armadilhas do cotidiano.

A vida não é fácil para ninguém como eu gosto de repetir. Mas ao desativarmos as armadilhas que complicam a nossa vida, damos chance para perceber as oportunidades de realização e usufruto.

A primeira armadilha é o excessivo materialismo, muitas posses, muitas escolhas e nenhuma dificuldade para preencher as necessidades materiais.

Dinheiro:

Podemos até ter a percepção de que a vida é mais fácil com muito dinheiro, mas isso tudo ofusca o nosso olhar para as coisas que realmente fazem a diferença na nossa vida. A felicidade está mais nos amigos, na nossa atitude frente ao ambiente que nos cerca as necessidades das pessoas e as oportunidades de fazer a diferença na vida dos outros.

A alucinação pelo status e constante necessidade de reconhecimento e prestígio representam complicações que se interpõem à nossa felicidade.

Pensamentos negativos:

A mente perturbada com tantos pensamentos negativos, julgamentos e comparações, contaminam as nossas emoções e ações. De repente temos uma agenda totalmente tomada pela futilidade e subterfúgios para tentar garantir uma segurança que é totalmente virtual.

Hoje em dia, a excessiva conexão virtual agrega uma complexidade desnecessária. Temos que avaliar a real necessidade e o bem ou o mal que isso pode estar agregando à nossas vidas.

Muito ruído e muita agitação também trazem dificuldades, pois acabamos ficando surdos para os sons sutis do nosso cotidiano, e me refiro à inveja, a culpa, os ressentimentos e a raiva que pode facilmente contaminar o nosso dia.

Simplificar a vida tem o sentido de limpar a poeira e sujeira da nossa vida, permitindo revelar o que ela tem de bom e valioso. Dando assim uma chance para experimentar a vida plenamente em cada momento.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta