A vida perdida.

Conhecemos muitos exemplos de vida perdida. A vida não é perdida na morte, e sim na vida sem significado, desperdiçada em futilidades.

E a vida pode ser perdida muito facilmente, o que muitas pessoas constatam quando é tarde demais, quando a maratona está na reta final.

Seria uma coisa muito triste, saber ao final da vida, que jogou tudo fora, se preocupando com coisas que sequer são da sua conta, e acumulando coisas que não terão qualquer utilidade para onde vamos – o final de todos nós.

O que fica quando partimos?

Sempre ouço dizer que caixão não tem gavetas. É um dito popular para nos chamar atenção para as coisas que realmente dão significado à nossa vida.

O que você fez na sua juventude?

O que você fez no longo trecho produtivo da sua vida?

O que você fez no período da maturidade?

Para cada período da nossa vida, temos que ter a capacidade de fazer uma avaliação positiva, construtiva, repleta de aprendizagem e significado.

Se os períodos forem marcados exclusivamente pela correria, competição e acumulação, arrisco a dizer que a sua vida pode estar sendo desperdiçada.

A vida é uma só, e é uma benção estar vivo.

Viajei para São Paulo na semana passada e me reencontrei com amigos, e conversei demoradamente com um em especial, que não via há mais de 10 anos, e que me contou do seu trabalho altruísta junto a crianças e adolescentes com câncer. Não era um trabalho ocasional. Ele dedicava dois dias inteiros toda semana aos meninos e às instituições. Me contou, o amigo, da satisfação de fazer algo que realmente faz a diferença para as pessoas. Quatro dias depois esse amigo estava morto. Um enfarto.

A vida não é nem mais longa nem mais curta, mas ela tem que ter significado. Se não for isso, o que é mesmo que estamos fazendo aqui?

Acho que devemos todos, se não sempre, pelo menos de vez em quando, pensar no propósito da sua vida.

Para onde é mesmo que está rumando? Que experiências anda acumulando? Qual a pessoa que está se tornando?

A vida pode se perder, e não queremos isso.                                                                   R.S. Beco

2 Comentários

Mary

about 4 anos ago

Republicou isso em Mundo Feminino e comentado: Vale a pena Viver É uma excelente reflexão

Responder

Omara

about 3 anos ago

Beco você está tornando seus dias significativos nessa caminhada, nos brindando com mensagens tão positivas e tão cheias de amor pela vida. Shalon

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta