A vida não me deve nada.

Não devemos ficar cobrando da vida algo que ela ainda não te deu. Temos que fazer a nossa parte, se levantar do sofá e abandonar a atitude do reclamão, eterno insatisfeito com a vida.

Não tenho dúvidas que todos vamos ser brindados com muitas realizações e algumas surpresas estupendas no trajeto que ainda tem para seguir. Mas não devemos cobrar isso da vida, nem de ninguém. Temos que fazer a nossa parte e correr atrás dos nossos sonhos, nossos objetivos.

No balanço de perdas e ganhos, considero que a vida não me deve nada.

Muito que recebi:

Dou graças por tudo que tenho recebido e acho ainda, que fiz por merecer. Não fiz corpo mole, trabalhei e tenho trabalhado com afinco.

Sei que tenho ainda muitos defeitos, e alguns deles estão no meu radar, objeto de constante atenção e aprimoramento.

Estou muito satisfeito com a vida, e tudo que sofri teve um significado.

A vida não foi fácil, e tive muitos momentos solitários, desprovido, depauperado – mas não me deixei abater.

Tive a ajuda preciosa dos amigos e familiares. Recebi conselhos valiosos, aceitei com mãos agradecidas as roupas usadas, e mesmo dinheiro para comprar meus livros.

Minha mãe, quando me visitava, passava no supermercado, comprava uma caixa de comida e deixava na porta do meu apartamento. Que bom ter o que comer.

Quis muito da vida, e ela me deu em abundância.

A história não acabou:

E a história não acabou, sigo recebendo de todos os lados. A gentileza, o carinho, a amizade, o aconselhamento – a vida não é só dinheiro.

Olho o meu trajeto com profundo e consciente otimismo. Sou consciente do futuro possível e desejável, e procuro por todos os meios, destravar as portas que estão no meu caminho.

Deixo vários caminhos abertos, pois aprendi que a vida é imprevisível.

Aprendi a gostar das pessoas, e como desdobramento, gosto mais de mim mesmo.

Não me arrependo de nada, de nenhum caminho escolhido e tampouco das decisões que impactaram a minha vida.

Não descuidei das pessoas, inclusive daquelas que já se foram. Tudo que recebi, procurei retribuir. Fui bem tratado e tratei bem.

Não reclamo nada da vida – única, gratificante e abençoada.                                                            R.S. Beco

1 Comentário

notakuinsides

about 5 anos ago

Meu único arrependimento é não ter tratado bem certa pessoa que assim, o bem, me fez! Torço, oro e peço para que Deus e ela me deem uma segunda chance, para mostrar que aquilo não era eu, mas um impostor. Belas palavras, como sempre!

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta