A vida não é uma corrida de você contra os outros.

A melhor comparação de você, é com você mesmo. Se compare com o que era antes. Veja o quanto melhorou.

Avalie a pessoa na qual você se tornou, mais generosa, mais compreensiva. Não se compare com os outros. A vida não é uma corrida.

Muito embora estejamos correndo atrás de objetivos e metas, a vida deve ser desfrutada no trajeto.

Como uma festa apoteótica que dura poucas horas, a preparação, as escolhas, os dias de espera, a expectativa, as conversas e os convites fazem com que o trajeto justifique a chegada e nunca o contrário.

Enquanto nos comparamos com os outros, colocando atenção em quem está à frente e quem está atrás, deixamos de apreciar a beleza do trajeto, deixamos de apreciar a própria vida.

Passamos vários anos para nos graduarmos, e a colação de grau dura poucas horas.

As lembranças da colação de grau se resumem a fotografias enquadradas, roupa alugada e discurso escrito de véspera.

As lembranças do convívio na universidade, no entanto, são repletas de passagens engraçadas, paixões, grandes realizações e sólidas amizades.

Beco

1 Comentário

Ines

about 8 anos ago

Sim, acabamos correndo por algo, para ser algo, para realizar algo, para finalizar algo, para colecionar algo para amanha, ou para daqui a algumas horas... e tudo isso nos faz perder o momento presente, o simplismente SER inteiro, total, e se dissolver nas pessoas, nas coisas... E nesta dissolucao, desaparecemos... Como ser uma flauta que se deixa tocar ao vento... A flauta nao existe mais , o vento nao existe mais, somente há a musica... SER esta música... SER a dança, SER cada momento, viver a PRESENÇA !!! Beijos, Ines

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta