A vida é boa e temos que aceitá-la por inteiro

A vida é boa e temos que aceitá-la por inteiro

Podemos até reclamar de algumas passagens, mas a vida é boa, e temos que aceitá-la por inteiro.

A vida é um pacote completo.

Coisas boas acontecem, mas coisas não tão boas acontecem também.

Temos dificuldades, mas também encontramos ajuda e iluminação quando mais precisamos.

A aceitação da vida por inteiro é fundamental para a busca da felicidade.

Negar aquilo que não gostamos, ou lutar contra aquilo que não podemos mudar é sempre um desconforto adicional.

Cara e coroa:

Muitas coisas acontecem na nossa vida como uma moeda de cara e coroa. Os chineses explicam que tudo tem os dois lados, Ying e Yang.

Quando nos olhamos no espelho acontece o mesmo. Vemos coisas que gostamos e outras que não gostamos tanto assim. Vemos coisas que podemos mudar e coisas que simplesmente temos que aceitar como são.

Não devemos partir a vida em pedaços bons e maus. Não podemos pegar só o recheio, nem só a cereja do bolo.

O esforço emocional que temos que fazer para trabalhar essa partição, emoções dividas, tipo gosto, não gosto, aceito, não aceito, causa um mal interno para o espírito e para a saúde.

É bom gostar do que fazemos no trabalho, e assim como gostar do que fazemos fora do trabalho. Aceitar o pacote completo.

Aceite que nada vem de graça, e é preciso fazer a sua parte.

Aceite que as ações têm consequencias – é preciso assumir a responsabilidade

Aceitar a vida por completo te ajuda a lidar melhor com as frustrações bem como lidar com as realizações vitoriosas.

Aceitar a vida por completo implica em aceitar coisas que não conseguimos explicar, e aceitar a ação de uma Força Superior, aquela que a sua crença apontar.

Aceitar a vida por completo implica também em aceitar as pessoas por completo, mas isto é assunto para outro dia.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta