A sua voz interior

A sua voz interior

Cuide com carinho da opinião que você tem sobre os assuntos que afetam a sua vida. Preserve a sua voz e a sua posição.

Tenha opinião, ouça a sua voz, não deixe as vozes dos outros abafarem as suas convicções.

Não digo que você tenha que ser teimoso e inflexível – sei que podemos e devemos aprender com a experiência dos outros.

As expectativas dos outros a seu respeito são ingredientes adicionais para a sua jornada. As suas expectativas de si próprio são essenciais.

O seu comportamento deve refletir a sua voz interior, do contrário você será apenas marionete de vozes externas e vontades estranhas ao seu projeto pessoal.

Seu eu interior:

A sua voz interior vem carregada com a energia de realização. Não perceber a voz interior é desperdiçar a sua própria capacidade.

Várias são as ocasiões em que constatamos que, acertadamente, seguimos a nossa voz interior e conseguimos atingir os objetivos ou mesmo evitamos constrangimentos e decepções.

Uma pergunta para fazer para si próprio, vinda da sua voz interior.

Você está pronto para me ouvir agora?

Ouça o que você tem a dizer a si mesmo – honestamente, sem mentiras e manipulações.

Compreenda aquilo que te move, as iniciativas que fazem brilhar os seus olhos.

Não se deixe apagar, não deixe que nuvens alheias tragam tempestade no seu caminho.

Tome conta dos seus projetos, assuma o controle de sua vida.

Sei que a vida cotidiana e as atividades que assumimos no mundo moderno restringe o espaço da discricionariedade. Não fazemos o queremos, trabalhamos desmotivados e aturamos pessoas desprezíveis.

No meio disso tudo, temos que manter a sanidade – preservar a nossa individualidade – não perder a capacidade de ouvir a si mesmo.

Deixe aquietar o ruído do estresse cotidiano – se isole calmamente no seu espaço sagrado – ouça a sua voz interior.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta