A serenidade é grátis, ainda assim é preciso buscá-la.

Na crise, faça um esforço, busque a serenidade.

Nos momentos mais difíceis, a serenidade é tudo que queremos.

Sempre que ela lhe faltar, recorra à oração da serenidade.

No fundo do lago, a água é sempre calma. Um mergulho no fundo de si próprio nos permite captar aquilo que tanto precisamos aqui, na turbulência da superfície.

Mesmo as coisas gratuitas exigem que você corra atrás, assim é a serenidade – não custa nada, mas exige um esforço pessoal para conseguir.

Ao mesmo tempo em que devemos enfrentar a vida de cabeça erguida, devemos aceitar aquilo que está fora do nosso controle.

Exercite com dedicação a busca de serenidade, a recompensa é animadora.

A serenidade não é abandono, indiferença ou complacência, mas uma virtude e um estado de espírito incomum.

A serenidade me ajuda a tomar a decisão correta e me protege do primeiro impulso, por vezes carregado de raiva, culpa ou inveja.

A serenidade me devolve a confiança em mim mesmo, me lembrando da riqueza que tenho dentro de mim e da minha força e capacidade para resolver o que está no meu controle.

A serenidade me permite escutar a minha voz mais profunda, a voz real, a voz da minha alma.

Quando consigo a serenidade, não me sinto só e desamparado – me sinto muito bem acompanhado.

A serenidade me faz humilde, agradecido e me mantém firme no caminho do meu crescimento pessoal.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta