A minha relação com o estresse.

O estresse já salvou os nossos ancestrais, e graças a isso estamos aqui para contar a história.

Mas uma boa parte daquilo que sentimos como estresse, para a realidade do mundo moderno, é exagerado, e podemos aprender a lidar melhor com isso.

Além do estresse que nos coloca em prontidão para lidar com o perigo e também com as situações críticas, temos o estresse das boas emoções. É o contentamento que transborda em alguns momentos.

Aprender a lidar com o estresse:

Mas temos um aspecto do estresse que temos que aprender a lidar. É a maneira como nos relacionamos com o estresse.

O estresse é um processo mental incontrolável na maioria das vezes e pode nos levar à exaustão física e emocional.

A primeira coisa que temos que fazer é identificar o estresse quando ele começa a nos limitar na vida cotidiana.

Parece evidente, mas a grande maioria das pessoas, só toma alguma atitude quando o estresse chega a um limite insuportável.

O nosso organismo mostra vários sinais que podem ser associados ao estresse, perda de apetite, sono prejudicado ou excessivo, enxaquecas constantes e não raro são acompanhados de algum comportamento danoso, bebidas ou uso de substâncias.

Pode parecer pouco, mas recorrer à oração da serenidade pode fazer uma grande diferença, pois nos estressamos com muita coisa que não nos diz respeito.

Outra coisa importante é a imposição para nós mesmos de metas pouco realistas, subavaliando as dificuldades e sobreavaliando as próprias capacidades. Ao final, não conseguimos sucesso, ficamos frustrados, descontentes e estressados.

Fixar metas factíveis é por si só uma maneira de reduzir as razões para se estressar um pouco adiante.

Não exija tanto de si próprio – pegue leve. Você é bastante capaz para lidar com os desafios da vida, mas não se cobre por não ser um Super-homem.

Aprenda a identificar os sinais do seu corpo e procure uma maneira de relaxar, descansar. Uma meditação ao longo do dia, mesmo que curta, pode ajudar.

Evite reações exageradas, pois isso exacerba os ingredientes do estresse.

Já comentei antes, não faça tempestade em copo d’água.

Quando for o caso, procure ajuda profissional, e como recomendação geral, pratique exercício físico e seja generoso com as pessoas que te cercam. Fazer o bem vai te fazer bem.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked