A minha maneira de abordar a vida.

Cada um tem uma maneira própria de viver.

Alguns se isolam num casulo, e vive um modo muito particular.

Outros copiam, imitam e fazem o que a moda e as conversas fúteis as conduzem.

Outros examinam com honestidade aquilo que dá sentido à própria vida e procuram trilhar um caminho baseado na fé, nos valores e nas realizações concretas.

Vale à pena refletir sobre o seu modo de vida e concluir se está te conduzindo ou proporcionando felicidade.

Egoísmo:

Como está o seu egoísmo?

Como está a individualidade? Pondere sobre os aspectos positivos e negativos dessa propriedade.

Estou agindo com prepotência? Sou o dono da verdade?

Quero ensinar muito e aprender pouco?

Os meus amigos, onde estão?

Algumas coisas que aprendi e passo adiante:

-Há muitos anos, passei a examinar aquilo que realmente faço de melhor – aquilo que faria até de graça – procurei transformar o meu mundo produtivo nessa direção.

-Coloquei mais atenção nos relacionamentos – cultivar – cuidar – preservar.

-Me voltei para os relacionamentos familiares que tanto negligenciei.

-Me tornei um soldado diligente da boa saúde – nutrição – exercício físico – hábitos saudáveis.

Aprendizado:

Outros tantos pontos que fazem parte da minha reflexão e do meu aprendizado, são objeto de aprimoramento e cuidado permanente:

-Não querer ser o objeto das atenções – procurar ouvir e aprender.

-Olhar para os problemas com o foco nas soluções – não descuidar – agir – resolver.

-Agir com alegria e jovialidade – não envelhecer e morrer antes do tempo.

-Desejar o melhor, mesmo que as expectativas sejam desfavoráveis – não perder de vista um futuro feliz.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta