A memória e a imaginação.

A nossa mente foi construída para se fixar em coisas negativas. Dizem os cientistas que os eventos negativos se atam à nossa memória como velcro ao passo que os positivos escorregam como teflon.

O fato é que a memória traz de volta as lembranças de eventos negativos, e a imaginação projeta catástrofes para o nosso futuro.

Se essa é uma característica natural do nosso cérebro, temos que lutar e criar mecanismos para que isso não atrapalhe a nossa vida.

Estresse:

Estar desperto para catástrofes pode nos salvar a vida, mas provoca um estresse desproporcional no nosso organismo. O estresse saudável é sempre bem vindo, e nos impulsiona para as grandes empreitadas e desafios. Mas sei que isso não é a realidade, e vale à pena tentar alguma coisa, especialmente para aqueles mais estressados.

A primeira coisa que funciona bastante é interromper o seu pensamento momentaneamente e respirar fundo e compassado. Isto, pode ser praticado mesmo estando em uma reunião de negócios.

Você pode fazer isso de maneira imperceptível para as outras pessoas. O que vai acontecer no seu organismo é que a respiração lenta e profunda vai interferir no seu batimento cardíaco e juntos enviarão mensagens de calma para o seu cérebro.

Aquele estresse e alerta para ameaças externas vai ser alimentado por mensagens de que tudo está bem e podemos nos acalmar.

Isso pode ser praticado em quase qualquer circunstância, um atrito em família, uma fechada no trânsito, ou conflitos no trabalho.

No longo prazo, experimente a meditação e o exercício físico, mesmo que moderado.

Escreva:

Procure escrever sobre os assuntos e eventos que te deixam estressados.

Escreva sobre a história que você conta a si mesmo, que a partir de um pequeno evento, desagua em uma tsunami sem tamanho.

Perceba que a sua imaginação está trabalhando totalmente contra você.

O grande benefício de escrever, é que podemos ler o incidente com calma e fazer uma análise honesta, a qual pode nos conduzir à conclusão de que estamos amplificando as coisas de maneira inadequada e perigosa.

O risco do estresse crônico é devastador no seu organismo.

Crie contrapontos à sua memória. Desafie a sua imaginação. Crie os mecanismos que funcionam para você.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta