A força da bondade: segundo meu olhar e da ciência

A força da bondade: segundo meu olhar e da ciência

Se utilizarmos mais as lentes da bondade para apreciar a nossa realidade, vamos experimentar uma mudança muito grande em nossas vidas.

O olhar da bondade é quase ingênuo, mas capaz de perceber cada leve nuance das qualidades humanas.

A bondade tem uma forte conexão com a empatia, amor e compaixão. Toda a força positiva que temos que dedicar às pessoas.

A flexibilidade e a tolerância também constroem esse caráter generoso. Dessa maneira somos capazes de ver sempre um lado positivo e construtivo, mesmo nas crises e adversidades.

Quando olhamos com bons olhos a realidade que nos cerca, enxergamos a abundância que essa vida. O mundo é repleto de coisas boas e oportunidades para realizarmos o nosso potencial.

Passamos a apreciar mais as pessoas e a aproveitar plenamente os nossos relacionamentos. Enxergamos as qualidades que estão escondidas nas pessoas.

Ao olharmos para os outros com preconceito e prepotência, enxergamos apenas as deficiências superficiais que não representam o caráter de cada um.

O que a ciência diz:

O olhar da bondade é contagioso, e a ciência comprovou. Por meio de experimentos, de que as pessoas que são alvos da bondade são também mais propensas a agir com bondade.

A atitude bondosa e generosa funciona como uma blindagem para os conflitos, a inveja e os ressentimentos.

Ao contrário, as lentes da maldade colocam um véu na nossa visão, nos leva a enxergar tudo de forma embaçada e distorcida. O véu que nos limita vem carregado de preconceito, julgamento,  e prepotência. É também alimentado e fortalecido pelas fofocas da vida alheia.

As lentes da bondade nos permitem ver o bem nos outros – pensar o bem dos outros – falar o bem dos outros e querer o bem de todas as pessoas.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta