A fofoca disfarçada.

A fofoca é um veneno que destilamos para os outros, mas que nos envenena a nós próprios.

A fofoca disfarçada é um jeito que arranjamos de fazer a fofoca com a desculpa de querer ajudar.

Quando a fofoca vem disfarçada de ajuda.

-Acho que fulana está precisando de ajuda.

-Não me diga! O que foi que aconteceu?

(Fofoca) – Ela está se separando do marido. Ele anda saindo com sua melhor amiga.

Ainda no meio religioso, se comenta sobre fofocas que vem em forma de oração.

(Fofoca) – Irmãos, vamos orar por fulano que está passando por muitas dificuldades financeiras.

(Fofoca) – Irmãos, vamos orar pela fulana para que ela consiga vencer as dificuldades que ela tem com a sogra.

A fofoca também pode vir em forma de confissão.

-Eu tenho uma confissão a fazer para você.

-Me diga qual é.

(Fofoca) – A sua vizinha não é boa coisa. Eu a conheço de outros carnavais….

A fofoca nos fascina e nos atrai.

Vem sempre com uma roupagem de se manter atualizado, saber das coisas.

Mas no meio de tanta atualização, se encaixa quem anda com quem, quem se separou de quem e quem se ferrou, quando e como.

Quando você ouve uma fofoca, se faça algumas perguntas.

Como você reagiria se outras pessoas estivessem conduzindo uma conversa idêntica sobre você?

Mesmo que o comentário seja verdadeiro, há algum ganho em divulgar, disseminar, compartilhar?

Do fundo do coração – é honesto comentar a vida de outra pessoa desta maneira?

Será que eu preciso saber disso – alguém realmente precisa saber disso?

Não fale dos outros pelas costas. Se é um comentário que não cabe falar com a pessoa, não fale dela pelas costas.

Pense um pouco nas implicações dos comentários. Nenhuma fofoca é totalmente saudável.

Os males comuns das fofocas: difamação, mentira, prejuízo para a carreira, prejuízo para o casamento, prejuízo nas amizades, sem contar o veneno intrínseco da fofoca.

Há um ditado sobre as fofocas que deve servir de reflexão: todos aqueles que te contam fofocas, também fofocam de ti pelas costas.

Ouvir com desinteresse e apenas ignorar o comentário, na prática funciona.

Não critique quem fofoca, não julgue ou corrija.

Experimente a compaixão – ela sempre funciona.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta