A escolha certa.

Não existe escolha certa e as demais alternativas erradas.

O mundo não é preto ou branco, certo ou errado.

Ao escolher um caminho, ao tomar uma decisão, fique firme e tire o melhor proveito do caminho escolhido.

Outros caminhos poderiam levar a resultados diferentes, mas assim é a vida.

Muitos caminhos podem levar a resultados razoáveis.

Gretchen Rubin sempre reforça a idéia de que o contrário do certo não errado. É alguma outra coisa que pode também estar certo.

E a vida é um constante equilíbrio entre coisas que insistimos em acreditar são antagônicas.

A vida profissional e a vida pessoal.

A vida do dinheiro e a vida do não dinheiro.

A vida material e a vida espiritual.

Ser direto e objetivo e ser emocional e bem humorado.

Uma das desvantagens do modelo mental do certo ou errado é que as opções e alternativas acabam se restringindo a sim e não.

Outra desvantagem é que num determinado momento, se acharmos que a alternativa descartada era a certa, passamos a pensar que a adotada é a errada.

A vida no certo e errado acaba se tornado um rosário de arrependimentos.

Quando fazemos uma escolha, devemos atentar profundamente para o contexto da decisão e pontuar as alternativas, dando notas de 0 a 10, de modo que algumas são boas e algumas são excelentes.

Ao avaliarmos e entendermos o contexto da decisão, podemos também compreender que algumas alternativas acabam se revelando melhor à medida que o contexto mostra mudanças, e se isso acontecer contigo, o mundo não vai acabar.

O fato é que quem vê o mundo em preto ou branco, deixa de enxergar o colorido da vida.

O estresse da escolha e o medo de falhar, restringe em muito o prazer de viver, escolher e decidir.

Não espere as respostas para todas as suas questões, mas a vida lhe permitira um melhor entendimento de si próprio.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta