A energia das desculpas.

Atenção para o poço de energia das desculpas. A energia que gastamos para construir uma boa desculpa deveria ser utilizada para agir, seguir em frente. Errar é humano. Temos que levantar a cabeça e seguir em frente, com as lições aprendidas.

Quando digo energia, é fundamentalmente a energia mental, pois as soluções para os nossos problemas não estão nas desculpas que construímos para explicar os nossos erros e fracassos.

No fundo, já sabemos onde erramos, mas pensamos em construir as desculpas totalmente voltadas para os outros, o que os outros pensam, como vão me julgar e criticar.

Muito foco nos outros, também significa pouco foco em nós mesmos, uma barreira à felicidade.

Desculpas desnecessárias:

Se pergunte que ação você pode tomar agora, hoje mesmo, e que vai tornar as desculpas totalmente desnecessárias. Assuma agora, faça o que tem que ser feito, sem desculpas.

Mergulhe fundo nesse ímpeto para construir uma desculpa e verifique se as razões são mesmo infundadas e improdutivas.  Faça alguma coisa. Pense o melhor de si mesmo e evite que as desculpes te amarrem muito tempo nos erros.

Olhe para frente, olhe para novas ações, sucesso e realizações.

As pessoas perfeccionistas evitam olhar para os erros, os rejeitam, os afastam, mesmo depois de cometê-los.

Esse afastamento não permite que eles tirem proveito dos erros, tirem as lições, afinal, cometemos erros para não cometê-los.

Temos que aceitar que somos humanos, erramos, mas somos capazes de aprender.

É fundamental aceitar a si mesmo, ainda que reconheçamos em nós defeitos que queremos corrigir.

Seja feliz com seus erros, sem muitas desculpas, aprendendo as lições.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked