A distorcida noção de responsabilidade.

Não sou responsável por tudo nesse planeta. Não tenho tanto poder assim.

Não respondo pelos atos dos outros, e nem posso controlar aquilo que decidem fazer.

Não tenho controle e devo abdicar de querer que as pessoas se moldem ao nosso modelo de perfeição.

Tenho que assumir a responsabilidade sobre a minha vida e minhas escolhas. Devo assumir os desdobramentos e repercussões de minhas ações, e já é muito.

Pensamentos neuróticos:

Essa noção distorcida da responsabilidade nos traz os pensamentos neuróticos ligados à culpa, raiva e ressentimentos.

Não podemos responder por tudo que acontece de errado no planeta.

Podemos fazer a nossa parte, ajudar a limpar o planeta e evitar que nossas ações comprometam os recursos das próximas gerações, mas a nossa responsabilidade é limitada.

Não encha a paciência dos outros e deixe que levem as sua vidas e façam suas escolhas.

O outro lado dessa distorção é achar que os outros são responsáveis pelo nosso destino, a nossa felicidade.

Sou infeliz porque os meus familiares são inconsequentes.

Não tenho uma carreira decente porque o meu chefe é uma pedra no meu sapato.

Não tenho um emprego promissor porque o ensino que recebi não me preparou adequadamente.

Assuma a própria vida:

As outras pessoas não te trarão a felicidade se você mesmo não assumir o timão da sua vida.

Como diz o ditado: ”Deus quer te abençoar, mas você precisa fazer a sua parte”.

Focalize naquilo que você precisa corrigir e aprender e parta para a ação. Procure ser uma pessoa melhor, um dia de cada vez.

Deixe de lado os defeitos dos outros. O julgamento que fazemos do caráter dos outros nubla a imagem que fazemos de nós mesmos.

Fique com aquilo que está ao seu alcance fazer, e nesse sentido, assuma a plena responsabilidade.

Aceite a vida, e aceite os encargos que ela traz.

Seja feliz, no comando da própria vida.                                                                                                 R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta