A causa da irritação.

Muitas vezes sequer sabemos a causa da irritação. Nem sabemos realmente como isso começou.

Somos seres muito complexos, e não raro, ação e reação, causa e efeito não estão contíguos, não estão próximos e facilmente perceptíveis.

Toda vez que nos sentimos grande irritação, e principalmente quando essa irritação é crônica sem motivo específico, temos que fazer uma incursão serena ao campo dos sentimentos, emoções e eventos. E ali, procurar a causa principal desse processo tão destrutivo.

Permita a serenidade:

Se acalme e deixe a serenidade tomar conta. Respiração compassada, posição confortável e um lugar quieto e isolado vai te ajudar a alcançar a tranquilidade necessária.

Com o corpo e mente em harmonia, procure repassar o seu dia, como ele começou e em que momento a irritação tomou a dimensão descontrolada.

É possível que você tenha uma certa dificuldade pois os muitos eventos que te provocaram a irritação não são assim tão graves para te levar a tal ponto de desconforto.

Analise a sua situação pessoal como um todo, família, relacionamentos, trabalho, carreira e profissão. Muitas vezes há uma razão sobrepujante que domina o seu humor, e tudo que acontece durante o dia acaba sendo contaminado.

Irritação:

Você começa achar que a fechada no trânsito é que te levou ao estado de irritação. Mas as pequenas coisas acabam funcionando como a gota d’água que transborda o copo. Ou mesmo o fusível que derruba toda a rede elétrica.

Desnecessário dizer que você deve focar na causa fundamental da sua irritação, do contrário você estará tentando tapar o sol com uma peneira.

Muitas vezes, a causa principal é imutável, pelo menos por um período. Cabe aqui o trabalho de aceitação para as coisas que não conseguimos modificar, aquilo que foge ao nosso controle.

Procure entender o que acontece com o seu humor, lá no fundo, com muita honestidade. Assim você estará a um passo para impedir que a irritação atrapalhe o seu dia.                                                                                          R.S. Beco

1 Comentário

luis

about 4 anos ago

ótimo texto. simples e cheio de conteúdo. grato

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta