A ação de dar já é uma recompensa.

Praticar a generosidade e altruísmo traz em si próprio a recompensa, que é o bem estar.

A generosidade é uma maneira de expressar a gratidão por tudo que nos foi concedido, e muitas pessoas encontram na generosidade um sentido na vida, uma direção para expressar as suas emoções.

O egoísmo é um modo de sobreviver, e a generosidade é um modo de viver.

A acumulação foi nos primórdios, uma condição para passar pelos períodos de carestia, mas isso já se foi há muito tempo.

Generosidade:

Aquela sensação agradável e nobre que sentimos quando praticamos a generosidade, fortalece o nosso sistema imunológico.

Os hormônios são ativados por conta das nossas emoções positivas, e nos protegem do estresse e promovem múltiplos benefícios para o nosso organismo.

O professor Stephen Post da Stone Brook University nos Estados Unidos, conduziu vários estudos sobre fazer o bem e o benefício para si próprio, o que foi publicado no seu livro: Why good things happen to good people – Porque coisas boas acontecem com pessoas boas.

A relação é amplamente relatada entre fazer o bem e viver bem, viver mais, com saúde e feliz.

Quando falamos de generosidade, pensamos logo em dar dinheiro a alguém necessitado, mas há muitas outras maneiras que certamente estão ao alcance de qualquer pessoa.

Praticando a generosidade:

-passe adiante o conhecimento que você adquiriu.

-ajude alguém no seu cotidiano, na rua, no supermercado, no trabalho.

-pense em ajudar e você está a meio caminho.

-apoie e ajude quem está ajudando o outro.

Sei que temos todos uma criatividade enorme para imaginar situações onde a generosidade cabe como uma luva.

Vamos todos praticar e usufruir dos benefícios.

Fazer o bem sem ver a quem, antes uma recomendação espiritual, hoje muito bem poderia ser uma recomendação médica.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta