8 segredos do perdão segundo o especialista Robert Enright

8 segredos do perdão segundo o especialista Robert Enright

O especialista  Robert Enright no seu recente livro – 8 segredos do perdão nos dá um guia para viver uma vida plena e harmoniosa. Às vezes somos feridos e magoados por outros e podemos carregar essa dor pela vida toda.

Isso acaba por contaminar todas as nossas atividades, nos tornamos pessoas amargas e negativas. Perdoar é o remédio para isso. Quando outros pegam pesado com a gente, temos que lançar mão desta caixa de ferramentas do perdão que Enright detalha no seu livro.

8 segredos para o perdão:

1- Saber o que significa perdão e porque isso é tão importante na sua vida – Perdão tem a ver com a bondade estendida aos outros, atingindo inclusive aqueles que te ofenderam. Não significa buscar desculpas e razões para as ofensas, aliás, não tem nada a ver com as ofensas. Somos os grandes beneficiários do perdão que dirigimos aos outros.

2- Se tornar preparado e capacidado para perdoar. Assim como o músculo físico que preparamos e colocamos em condições de enfrentar as demandas físicas, podemos preparar o músculo do perdão e estarmos preparados para perdoar em qualquer circunstância.

3 – Tratar da sua dor interna. Temos que saber quem nos magoou e como isso aconteceu de verdade, sem amplificar ou amenizar. Nem tudo que nos provoca dor é injusto, e tratar da dor passa por compreender a causa.

4-Desenvolver a mentalidade do perdão por meio da empatia. Quando experimentamos a empatia, nos colocamos no lugar do outro, provocamos uma ativação neuroquímica no nosso cérebro que nos ajuda a perdoar.

5-Encontrar significado no seu sofrimento. Quando não compreendemos o nosso sofrimento, podemos perpetuá-lo. Temos que encontrar sentido para aquilo que nos acontece, ser verdadeiro consigo mesmo.

6-Quando perdoar parecer difícil, temos que recorrer a outras forças e virtudes. Temos que procurar ser gentil consigo mesmo, deixando de fazer tantas cobranças, trazendo aquilo que tem de bom para resolver as situações.

7-Perdoar a si próprio. A maioria das pessoas tende a ser mais duros consigo mesmo, com muito julgamento duro, e às vezes se sabotando e punindo a si mesmo.

8-Desenvolver um coração capaz de perdoar. O ato de perdoar por si só, nos mostra o amor que temos dentro de si, a misericórdia, e a compreensão de tanto ódio e tanta violência. O perdão é realmente transformador.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta