Feeds:
Posts
Comentários

A vida é um milagre, e não só ter nascido e estar vivo agora, mas tudo que me foi concedido e todos os riscos e perigos contra os quais fui protegido é a maravilha que é a vida.

Eu poderia ter morrido várias vezes nesse meu trajeto, a começar pelo afogamento que eu estava sendo vitimado quando pequeno, do qual fui salvo por um jovem tio, irmão de meu pai.

Não tive muita sorte na minha empreitada de acumulo financeiro, e me acho uma pessoa modesta pela carreira que escolhi e trilhei por quatro décadas. No entanto, fui abençoado com um caminho repleto de ajuda e socorro que chegaram na exata hora onde eu poderia ter me ferido ou mesmo deixado essa vida.

As oportunidades faltaram inúmeras vezes, mas chegaram outras tantas, e no balanço geral, vejo que tive muita sorte e bui abençoado com lições valiosas e agraciado com experiências inesquecíveis durante todo o meu trajeto.

Tive muitas dificuldades na minha vida. Experimentei muita carestia, mas não me faltou ajuda por todo canto. Encontrei pedras enormes pelo caminho, mas tive forças para removê-las, e várias delas foram retiradas do meu caminho, cirurgicamente pela Força que vem lá de cima.

O passado é imutável, e eu tive desejo de mudar muitas coisas do meu passado, mas aprendi a aceita-lo completamente. Aprendi ainda a apreciar tudo guarda o passado, minha vida e a vida de muitos que me cercam.

Caminhar rumo ao futuro com gratidão pelo passado tem me dado uma leveza no coração que não troco por nada.

Sou imensamente grato por toda ajuda que recebi, as pessoas que vim a conhecer e os caminhos que foram dados percorrer.

A coisa mais fantástica do meu passado foi permitir o hoje, exatamente como ele é agora, e me sinto abençoado.

Tudo isso me dá o entusiasmo para olhar o futuro com otimismo e não descuidar de tudo que faço hoje, pois sei que serei grato a mim mesmo – lá no futuro.

Rubens Sakay (Beco)

Vá para um lugar bom

ZihuatanejoNos dias atribulados e muito estresse povoando a nossa mente, temos que ter um lugar muito bom que temos na nossa lembrança ou na nossa imaginação, e devemos transportar a nossa mente para lá para um pequeno descanso.

Não é uma fuga da realidade nem mesmo uma válvula de escape para qualquer coisa, mas simplesmente uma refrescada necessária para o dia que não parece terminar de tanta prioridade e projetos enroscados e pessoas desagradáveis.

Quem assistiu o filme Um Sonho de Liberdade onde Tim Robbins que estava preso sempre imaginava uma ilha tranquila no México onde ele iria quando saísse da prisão, e finalmente ao escapar, foi mesmo para Zihuateneho(foto).

Outro filme, Colateral, onde o motorista de taxi carregava presa à aba do para sol do carro, uma fotografia de uma praia paradisíaca onde ele, vez por outra durante a correria das corridas de taxi, levava a sua mente para uma refrescada.

Temos que dar uma pausa no nosso cotidiano. Não podemos deixar para fazer isso após dez horas de correria, onde mal cabe um descanso para o almoço.

Pode fazer uso também de uma boa lembrança do passado, um momento mágico que facilmente vem à sua lembrança.

Use esse evento para se dar um descanso em meio ao dia estressante, após uma reunião tumultuada e conflitante.

Algumas pessoas gostam de deixar no seu escritório fotografias de familiares, seus animais de estimação ou mesmo o barco, esportes que prática, a casa de campo, e tudo isso serve para uma pausa saudável na sua mente.

Se você pode levar a sua mente para algum lugar, leve-a para um lugar bom, que te traga boas lembranças e emoções agradáveis.

Eu sempre tive por hábito dedicar três minutos logo no início da jornada de trabalho para uma leitura espiritual, mas acredito também que isso pode ser feito no meio do dia com a mesma finalidade, o de afinar o seu diapasão com a serenidade, tão importante nos dias de hoje.

Se dê esse descanso – leve a sua mente para um lugar bom.                              R.S. Beco

Alguns conseguem

Preste atenção nas pessoas que conseguem fazer coisas, realizar os projetos e ultrapassar as barreiras impostas. Não são os mais inteligentes e nem se destacam na capacidade quando comparados com os demais.

O que diferencia uma pessoa bem sucedida dos outros é a determinação, a força de vontade que parece inesgotável.

Podemos até achar que elas são sortudas e não tiveram que enfrentar dificuldades severas, mas nem isso é verdade, pois todos enfrentam problemas e encontram barreiras enormes nos seus projetos.

Elas não se deixam amedrontar, não são barrados ou interrompidos por qualquer coisa, e escolhem caminhar mesmo quando o terreno se mostra desfavorável.

Os desapontamentos e decepções são em igual proporção, e os fracassos também acontecem para esses bem aventurados. Mas eles não ficam reclamando e lamuriando pela má sorte, simplesmente partem para a luta. Utilizam os recursos plenamente e pavimentam o seu caminho com bons relacionamentos, não necessariamente influentes, mas amigos e conexões saudáveis.

Quando nos sentimos frustrados, nos vem a sensação de que poderia ter sido melhor, poderia ter feito mais um pouco, poderia ter contado com aquela ajuda valiosa. A partir desse sentimento podemos escolher dois caminhos: agir para fazer acontecer de uma outra maneira, uma nova oportunidade, ou ficar estagnado, desapontado consigo mesmo.

Trabalhe a frustração, pois ela pode te impulsionar para frente a depender da sua escolha.

Quando as coisas não seguem conforme o nosso planejamento, temos uma tendência imediata de desistir, mas a melhor recomendação é dar mais um passo adiante, persistir um pouco mais, pois a solução pode estar nesse passo.

O tempo disponível é o mesmo para todos, embora tenhamos sempre a impressão que os outros têm mais tempo que a gente.

Duas coisas realmente distinguem as pessoas que conseguem realizar seus sonhos.

O primeiro aspecto é a constância de propósito. As pessoas simplesmente insistem nos seus caminhos e seguem sem perder o foco, o ritmo, o entusiasmo.

O segundo é uma determinação fora do comum. Conseguem prosseguir mesmo quando muitos já desistiram. Fazem das quedas uma fonte de aprendizagem sem tamanho.

De resto, são pessoas comuns como eu e você.                                            R.S. Beco

Acima das nuvens

Temos que refletir sobre aquilo que está acima das nuvens, acima da tempestade e de tantos problemas.

Sei que não é possível enxergar o céu azul acima de tanta tempestade, mas falo em se lembrar que ele existe e está lá, mesmo que a nossa visão nos diga o contrário. E você sabe, pois a sua experiência já te mostrou suficientemente de que acima de tudo isso há um céu azul, sereno, uma paz imensa.

Fiquei tocado com a música que Zach Sobiech escreveu antes de deixar esse mundo com apenas 18 anos de idade.

Zach descobriu que estava com uma doença fatal que o levaria muito rapidamente. Dezenas de sessões de quimio e mais de uma dúzia de cirurgias e ele escolheu se expressar por meio de sua música, deixando uma mensagem para aqueles que ficam, e ele realmente se foi poucos meses depois de gravar esse vídeo que vocês podem assistir no link e se juntar a mais de 11 milhões de pessoas que já assistiram.

Na sua música que se chama Clouds(nuvens) ele nos convida a subir acima das nuvens pois a vista é melhor de lá. Nas palavras de Zach no seu vídeo My last days (meus últimos dias),você não precisa saber que vai morrer para começar a viver plenamente.

A reflexão é forte, e nos chama a olhar a vida com mais bondade, com mais gratidão, afinal, recebemos muito, e por tudo isso temos que agradecer.

É muito comum começarmos a semana na correria, reclamando, praguejando e desejando o mal para os outros. A vida deve ser olhada com outros olhos, e a visão curta que enxerga só para os problemas deve ser corrigida pelas lentes da gratidão.

Somos pessoas abençoadas, e em nenhum momento fomos abandonados. A graça Divina tem nos acompanhado nos bons e maus momentos, e não podemos reclamar, pois a ajuda sempre chega a tempo.

Nunca perdi a esperança na vida, e pessoas corajosas como Zach são fonte de inspiração para enfrentar os problemas de cabeça erguida, determinado a aprender as lições e se tornar uma pessoa melhor, um passo de cada vez.

R.S. Beco

Se queremos um melhor amanhã, temos que nos empenhar no hoje, pois tudo que estamos fazendo exatamente agora tem um impacto enorme no dia de amanhã.

Isso vale também para as coisas importantes que não estamos fazendo, a dieta, o exercício físico, e tantas coisas importantes que estamos procrastinando há dias.

Faça o que tem que ser feito, e aposte que o futuro pode ser melhor, que os problemas serão resolvidos e que seus hábitos tóxicos serão abandonados.

Procure a companhia de pessoas que agreguem coisas boas na sua vida, e evite aquelas que só te prejudicam.

Se inspire nas pessoas que você admira, e mesmo que você faça do seu jeito, faça bem feito, faça o bem, seja virtuoso.

Temos que fazer a nossa parte, e nem mesmo aquele crente em Deus, após a oração, não fica sentado esperando tudo cair do céu. Há que se colocar em movimento, correndo atrás dos seus projetos, realizando os seus sonhos.

Olhe para todas as ações determinadas que você conduziu no passado e constate a importância que tudo isso tem na pessoa que você é hoje.

Nós construímos o futuro todos os dias, nas mínimas ações. Somos o produto dos nossos pensamentos e de nossas ações.

Não negligencie e nem deixe a vida em piloto automático, assuma o comando.

Hoje, só para variar um pouco, faça uma lista de 3 coisas importantes que precisa fazer, e saia a campo, execute, realize.

Mesmo que não consiga fazer tudo hoje, saiba que amanhã terá outras 24 horas novinhas em folha, mas perceba a importância de estar em atividade, em movimento, empenhado naquilo que está fazendo.

O cotidiano tem esse poder de nos colocar anestesiado, correndo atrás da agenda apertada, prioridades por vezes sem lógica, mas temos que dar uma parada para refletir sobre aquilo que traz sentido às nossas vidas.

Viva com significado, faça o que é importante, e faça hoje.                                                          R.S. Beco

A sua resposta

Ninguém neste planeta está tendo as mesmas oportunidades que você está tendo.

A sua vida é única assim como é único o caminho que você está trilhando.

Qual é a sua resposta à vida? Você se sente grato pela vida que te foi oferecida?

Não temos controle sobre o nosso nascimento e nem sobre a herança genética que nos foi legada, mas a nossa latitude para viver uma vida plena é enorme.

Pegue um ovo que foi fertilizado e deixe por várias semanas à temperatura ambiente, e você vai ter um ovo podre.

Pegue o mesmo ovo e deixe por várias semanas à temperatura de 37,5 graus centigrados e gire 3 vezes ao dia e você vai ter um pintinho.

O mesmo material genético pode gerar um resultado surpreendentemente diferente a partir do ambiente, da maneira como foi cuidado.

Nós também somos assim. A depender das respostas que damos à vida que nos foi presenteada, podemos ter resultados muito diferentes.

Tenha uma atitude sempre positiva frente à vida. Dê respostas construtivas, valorize a si mesmo e leve uma vida da qual não vai levar nenhum arrependimento.

As oportunidades que você está tendo são únicas e ninguém vai repetir o trajeto que você está fazendo.

As escolhas são suas, as decisões também, e como a vida não tem replay, é bom levar a sério o que você faz da vida.

Se dê conta da alegria que é saborear tudo que nos é oferecido. Dê graças por todos os relacionamentos que foram agraciados.

Temos uma chance muito pequena de conhecer as pessoas que chegamos a conhecer e devemos experimentar uma imensa gratidão por ter os nossos caminhos definitivamente cruzados.

Eu dou graças por tudo que recebi até então e peço pela iluminação para ter sempre uma resposta positiva a tudo que a vida me oferecer.

R.S. Beco

As pessoas felizes fazem da felicidade um hábito, uma atitude, um modo de levar a vida, que faz com que encontrem a felicidade com mais frequência, e como isso diz pouca coisa, resolvi listar várias coisas que diferenciam pessoas felizes.

1-Pessoas felizes não se apegam aos aborrecimentos e deixam passar as coisas sem importância. Não guardam tantos ressentimentos, raiva e deixam ir embora os pensamentos negativos.

2-Tratam todas as pessoas com gentileza e afeição e com isso se beneficiam da geração de neurotransmissores como o hormônio do bem-estar, a serotonina, que fortalece os relacionamentos e emoções positivas.

3-Olham os problemas como oportunidades para aprender alguma lição e melhorar em algum aspecto.

4-São gratas por tudo que a vida lhe oferece, e feito isso estão sempre de bom humor, o que as ajuda a lidar com o estresse cotidiano.

5-Sonham acordado, tornando a vida desperta um manancial de projetos, ideias e possibilidades para si mesmo, acreditam na sua capacidade e, portanto, empreendem, conquistam e realizam grandes coisas.

6-Não fazem tempestade em copo d’água, aferindo a importância que cada coisa tem na sua vida, evitando se aborrecer de maneira desproporcional com pequenas coisas.

7-Falam bem dos outros, evitando fofocas, disse me disse, procurando se alimentar de bons pensamentos dos outros e de si mesmo.

8-Evita dar muitas desculpas, e com isso o sentimento de culpa e de inadequação e incapacidade.

9-Procura viver e saborear o momento presente, se desligando das assombrações do passado e dos medos do futuro.

10-Evita tantas comparações com outras pessoas especialmente relacionadas aos bens materiais, status e prestígio.

11-Estão sempre cercadas de pessoas positivas, escolhendo bem com quem quer compartilhar o seu tempo.

12-Possuem ouvidos atentos e generosos e estão sempre prontos para ouvir, mais do que falar, ter razão ou colocar o seu ponto de vista.

13-Aceitam e saboreiam a vida em tudo, sem prepotência e arrogância de quem acha que deve mudar o mundo e as pessoas.

14-Dormem bem, se alimentam adequadamente, praticam exercício físico, meditação e simplificam bastante suas vidas cotidianas.

15-São honestas, generosas, amigas e estão sempre prontas a ajudar.

Poderíamos seguir com mais coisas, mas acho que vocês entenderam o que caracterizam as pessoas felizes.

Pratiquem e deixem a felicidade fazer parte de suas vidas.                                                         R.S. Beco

Tire proveito da crise, sempre ouvimos. Mas sabemos que é muito difícil atinar sobre isso no meio da tempestade.

Mas o nosso cérebro e a nossa intuição aprende em qualquer situação. Saiba que enquanto você está apavorado com tudo de ruim que está te acontecendo, alguma coisa está mudando em você.

Um pouco mais adiante, olhando a crise depois que aconteceu, podemos rememorar e nos dar conta das lições que aprendemos.

Posso me sentir grato por alguma coisa?

Sou uma pessoa melhor?

Sou uma pessoa renovada?

As crises nos ensinam coisas valiosas, e uma delas e cuidar de si mesmo.

No meio da tempestade nos sentimos desamparados e impotentes, mas aprendemos também que nunca estamos sozinhos.

Basta olhar para cima, e basta olhar para o seu passado para se dar conta de que você nunca esteve verdadeiramente abandonado. Há sempre Alguém olhando por você, e Ele nunca dorme e nunca pisca.

Aprendi com a crise a pedir e aceitar ajuda, e essa ajuda pode vir de onde menos você espera.

Esteja perto das pessoas que você gosta e que gostam de você, seus amigos, seus familiares.

Se afaste das pessoas tóxicas e negativas, aquelas que sempre sugerem algo impraticável e perigoso.

Aprenda também a estar bem consigo mesmo, e saiba que no fundo do lago a água é sempre calma. Procure dentro de você mesmo a serenidade que você precisa para enxergar os caminhos, clarear suas decisões.

Difícil dizer qual foi a lição mais importante que aprendi na crise, mas sem dúvida me ocorre sempre me livrar da prepotência.

Sempre me julguei uma pessoa capaz de enfrentar qualquer coisa, mas a vida me ensinou que não sou assim tão poderoso. Aliás, não sou nada poderoso, pois há tanta coisa que realmente está fora do meu controle.

As adversidades me ensinaram a valorizar o que a vida me oferece, e que é muito.

Sempre me dou conta de quanto eu melhorei, me desnudando de tantos hábitos ruins que atrapalhavam o meu crescimento pessoal.

Não quero problemas e tampouco desejo crises, mas tenho que reconhecer que me tornei uma pessoa melhor depois delas.

R.S. Beco

Não importa quantas vezes você vai cair, ao final, procure estar sempre de pé, encarando a vida de frente.

O ditado japonês que gosto de repetir – cair sete vezes, se levantar oito – significa que sempre você estará de pé, não importante quantas vezes a vida te coloque para baixo.

A vida é assim mesmo, e ela tem a capacidade de nos colocar de joelhos, mas a nossa tarefa é se levantar e seguir adiante, sem reclamar, pois ninguém recebeu mais problemas que a sua capacidade de resolver.

As adversidades moldam o caráter, e cada uma delas guarda lições que temos que aproveitar.

Nada vem por acaso, inclusive as tempestades. Nada vem de graça, é preciso lutar para conseguir qualquer coisa na vida.

Sei muito bem que há ocasiões que achamos que é demais, e não vamos aguentar a barra, mas é bom saber que a energia e a coragem para enfrentar o que vier está dentro de cada um.

Um amigo querido que nos deixou muito cedo me dizia que homens são como nozes, o melhor é revelado quando esmagados. A nossa força extrema, e coragem inigualável é posta à prova quando enfrentamos as maiores dificuldades.

Toda vez que você estiver numa dificuldade muito grande, saiba que o melhor de você está sendo solicitado para dar provas da sua bravura, e você vai dar conta.

Sou uma pessoa determinada. Aprendi isso com minha mãe e acho que passei para meus filhos.

Não devemos ficar pensando muito se devemos fazer as coisas trabalhosas, enfadonhas ou desgastantes. A vida exige ação, e temos que arregaçar as mangas e colocar mãos à obra.

Não há caminho sem buracos nem curvas sem perigo. A vida nos ensina a enfrentar a vida. Os erros nos ensinam a não errar. Não temos que temer o que vem pela frente. Não devemos nos amedrontar diante do futuro, pois estamos empenhados em construí-lo agora mesmo.

R.S. Beco

Você pode ter uma vida de aventuras, muito dinheiro e conforto, mas não há nada que substitua a felicidade.

O mais importante é que não precisamos esperar para o ano acabar, e nem dependemos de ninguém para ser feliz, é algo que está ao alcance das nossas mãos.

Não há sorte grande que traga a felicidade, mas é uma sorte enorme descobrir o quanto estamos aptos a sermos felizes com aquilo que temos, nesse mesmo lugar, nessa exata circunstância.

A felicidade está dentro de você.

A felicidade está ao seu alcance, mas é preciso escolher ir ao seu encontro.

Dinheiro traz felicidade sim, mas apenas para aqueles que não acreditam que dinheiro traz felicidade.

Do mesmo modo, dinheiro não traz felicidade para aqueles que acreditam que dinheiro traz felicidade.

A sua vida material é potencialmente valorizada quando você encontra a felicidade dentro de si mesmo.

O paradoxo de Easterlin é isso. Pessoas que têm todo o conforto material, status e ainda assim é infeliz, certamente porque não fez o trajeto do crescimento pessoal de dentro para fora. Este paradoxo funciona ao contrário quando verificamos pessoas depauperadas, desprovidas de qualquer status e ainda assim são felizes, pois com certeza encontraram a felicidade dentro de si.

Quero mencionar Bronnie Ware que passou muitos anos cuidando de pessoas que retornam para casa para morrer, pacientes que foram liberados do cuidado hospitalar, pois a medicina já fez o que pode. Normalmente, como relata Bronnie, as pessoas morrem entre 3 a 12 semanas, e de maneira geral expressam 5 arrependimentos que ela relata no livro “The top five regrets of the dying” – os cinco principais arrependimentos ao morrer.

As pessoas se arrependem de não ter dedicado mais tempo aos relacionamentos, não ter levado uma vida genuinamente sua, de não ter expressado seus sentimentos, mas o relato mais importante é de não ter se dado a permissão para ser feliz.

Não há nada que substitua a felicidade, e é uma escolha que uma hora ou outra temos que fazer.

R.S. Beco

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 270 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: